A Determinação dos Jovens Rurais e a Sucessão na Agricultura Familiar

Autores

Palavras-chave:

Jovens na Agricultura. Agricultura Familiar. Sucessão Familiar.

Resumo

Este artigo teve como objetivo investigar as perspectivas dos jovens do Oeste de Santa Catarina relativas à agricultura, diante da temática da sucessão familiar. Aborda as expectativas e os desafios por eles enfrentados, com entrevistas de 215 jovens vinculados a 04 instituições de ensino e mais três grupos integrantes de ações coordenados pela EPAGRI/CEPAF (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Difusão de Tecnologia de Santa Catarina/Centro de Pesquisa da Agricultura Familiar), entre novembro de 2016 a setembro de 2018. A escolha das entidades deu-se pela afinidade do pesquisador e os questionários foram realizadas durante palestras em atividades de extensão. Os participantes da pesquisa são filhos de agricultores do oeste catarinense com idade entre 14 e 29 anos. Os jovens demonstram forte interesse de continuar empreendendo na agropecuária, perseverando os negócios da família como projeto de vida, indicando boas perspectivas para a sucessão na agricultura familiar.

Biografia do Autor

Luiz Alberto Nottar, Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc)

Doutor em Engenharia de Produção e Sistemas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professor da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). http://lattes.cnpq.br/3582860639212157.  uiz.nottar@udesc.br

Jacir Favretto, Universidade do Contestado (UnC)

Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professor da Universidade do Contestado (UnC). http://lattes.cnpq.br/4749521380411359. https://orcid.org/0000-0001-7530-8016. jacirfa@gmail.com

Publicado

2021-07-14

Como Citar

Nottar, L. A., & Favretto, J. (2021). A Determinação dos Jovens Rurais e a Sucessão na Agricultura Familiar. Desenvolvimento Em Questão, 19(55). Recuperado de https://revistas.unijui.edu.br/index.php/desenvolvimentoemquestao/article/view/11597