Finos Fios, Renda de Agulha... uma alternativa de trabalho, múltiplos olhares para a qualidade

  • Rogério Zanon da Silveira Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
  • Ana Claudia Borges Campos Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
  • Marcelo Calderari Miguel Caixa Econômica Federal (CEF)
Palavras-chave: Artesanato. Mulheres. Patrimônio Cultural. Avaliação da qualidade. Servqual.

Resumo

Este artigo enfatiza o trabalho desenvolvido pelas rendeiras de Divina Pastora, município localizado na mesorregião do Leste Sergipano, na microrregião do Cotinguiba, região turística ‘Polo dos Tabuleiros’, tendo como destaque a produção de renda Irlandesa, produto do Ecoturismo. O objetivo desta pesquisa é avaliar a satisfação dos compradores de Renda Irlandesa em relação à qualidade dos serviços prestados pelas artesãs que comercializam e produzem os bordados - um elemento cultural central da identidade local. A metodologia deste estudo possui caráter descritivo, quantitativo e qualitativo e adaptativo da abordagem métrica-metodológica Servqual. Os resultados obtidos sugerem que os atributos da qualidade são delineados primordialmente pelos construtos tangíveis e empáticos. Ao final, são discutidas implicações comerciais, acadêmicas e socioculturais que cingem o contexto do Patrimônio Cultural e a arte de saber-fazer das mulheres artífices na região pesquisada.

Biografia do Autor

Rogério Zanon da Silveira, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Doutor em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professor da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Mestre em Administra pela Universidade Federal do Espírito Santo (PPGADM-UFES), Professor Permanente do Mestrado Profissional em Planejamento e Gestão Pública (UFES) e Professor Associado da Faculdade Pio XII de Cariacica (2012). Membro do Instituto histórico e Geográfico do Espírito Santo e Auditor Fiscal da Receita Estadual do Espírito Santo; conquistou o prêmio de melhor artigo da área de Estudos Organizacionais no 34º Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (Anpad). Interesse em temas sobre pessoas, participação, trabalho e subjetividade na administração pública e em organizações privadas. .| Av. João Batista Parra . nº 600 . Ed. Aureliano Hoffman . Enseada do Suá . Vitória-ES. Endereço Eletrônico (e-mail): <rogerio.silveira@ufes.br>

Ana Claudia Borges Campos, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)


Doutora em Ciências da Informação pela Universidade de Brasília (UNB). Professora da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Mestre em Políticas Sociais, ênfase em Políticas Públicas, pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro; bacharela em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Espírito Santo (1999). Possui experiência em pesquisa em bases bibliográficas nacionais e internacionais; Coordenadora de Estágio do curso de biblioteconomia (UFES) e campeã brasileira de Remo Master 2017. Tem interesse de pesquisa em administração de Centros de Documentação, pesquisa de imagens em movimento, Ergonomia e saúde do trabalhador.| Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES, 29075-910. E-mail: <ana.c.campos@ufes.br>

 

Marcelo Calderari Miguel, Caixa Econômica Federal (CEF)

Graduado em Administração pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Servidor da Caixa Econômica Federal (CEF).

Publicado
2019-10-17
Como Citar
Silveira, R., Campos, A. C., & Miguel, M. (2019). Finos Fios, Renda de Agulha. uma alternativa de trabalho, múltiplos olhares para a qualidade. Desenvolvimento Em Questão, 17(49), 209-221. https://doi.org/10.21527/2237-6453.2019.49.209-221
Seção
Artigos