O Cluster Automotivo Sul Fluminense: experiência de arranjo produtivo ou arranjo institucional?

Palavras-chave: Cluster, Desenvolvimento Regional, Empresas Multinacionais, Indústria automotiva, Sul Fluminense

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar o Cluster Automotivo Sul Fluminense (CASF), aglomerado industrial inspirado pela experiência da PSA Peugeot Citroën no Cluster de Empresas de Automoción de Galicia (CEAGA), da Espanha. O cluster está localizado no estado do Rio de Janeiro, mais precisamente na Região das Agulhas Negras, um importante polo da indústria automobilística brasileira. Desde os anos 1990, os municípios da região vêm concentrando importantes investimentos da indústria automobilística a partir de cinco montadoras (MAN Latin America, PSA Peugeot Citroën, Renault-Nissan, Hyundai e Jaguar Land Rover) e de fornecedores nacionais e estrangeiros, que geram cerca de 30 mil postos de trabalho a nível regional. O artigo analisa o processo de criação do cluster e os principais resultados desta iniciativa a partir de uma abordagem qualitativa, com entrevistas de integrantes das montadoras. Como resultado, observa-se que, a curto prazo, o cluster pretende assegurar condições de concorrência para as empresas ao incidir sobre assuntos estratégicos, como a educação, energia, transporte e habitação. A médio/longo prazo pretende fortalecer a competitividade da região, promovendo a cooperação, o intercâmbio de conhecimentos, a aprendizagem e a abertura cultural, aumentando os investimentos e fomentando as relações interfirmas e delas com o poder público.

Biografia do Autor

Raphael Jonathas da Costa Lima, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002), mestrado em Sociologia e Antropologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005) e doutorado em Sociologia e Antropologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2010). Atualmente, é professor adjunto IV da Universidade Federal Fluminense (UFF), vinculado ao Departamento Multidisciplinar de Volta Redonda e credenciado ao Programa de Pós-Graduação em Sociologia do Instituto de Ciências Humanas e Filosofia (campus Niterói) e ao Programa de Pós-Graduação em Administração do Instituto de Ciências Humanas e Sociais (campus Volta Redonda). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia Econômica e Sociologia do Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento regional, movimentos sociais, sindicato e política, trabalho, siderurgia e indústria automobilística. É bolsista da FAPERJ (Jovem Cientista do Nosso Estado - JCNE). 

Alexandre Duarte de Paiva, Escola de Comando e Estado Maior do Exército (ECEME)

Mestre em Administração pela Universidade Federal Fluminense (UFF/PUVR). Especialista em Operações Militares pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (2006), em Gestão pela Escola de Instrução Especializada (EsIE) / Fundação Trompowsky (2013) e em Gestão em Administração Pública pelo Centro Universitário do Sul de Minas (2017). Possui graduação em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras (1998).Tem experiência e cursos nas áreas de gestão de recursos humanos, administração pública, gerência de projetos, gestão estratégica de pessoas e planos de carreira, liderança, análise e melhoria de processos, modelo de excelência em gestão e planejamento estratégico. Foi professor da Cadeira de Administração na Academia Militar das Agulhas Negras, nos anos de 2012 a 2014. Atualmente é aluno do Curso de Comando e Estado Maior do Exército da ECEME.

Publicado
2020-01-02
Como Citar
Lima, R., & Paiva, A. (2020). O Cluster Automotivo Sul Fluminense: experiência de arranjo produtivo ou arranjo institucional?. Desenvolvimento Em Questão, 18(50), 10-23. https://doi.org/10.21527/2237-6453.2020.50.10-23
Seção
Artigos