E SE TIVERMOS ERRADO O CAMINHO? REFLEXÕES SOBRE QUESTÕES AMBIENTAIS-TECNOLÓGICAS EM TEMPOS DE COVID-19

Palavras-chave: meio ambiente; tecnologia; pandemia da covid-19

Resumo

A razão geral de ser do presente trabalho, a título de problematização, consiste em verificar as influências da tecnologia em relação à sociedade e ao meio ambiente, por entender ser este o grande desafio ético-sócio-ambiental da humanidade na contemporaneidade. Para tanto, objetiva-se pôr em discussão, temas relacionados às questões ambientais, sustentáveis e tecnológicas do estágio atual do paradigma em que se encontra o mundo. Este estudo justifica-se, pois é premente o alargamento do debate acerca de reflexões sobre questões relacionadas ao enfrentamento e posterior cura da pandemia da COVID-19 e dos instrumentos utilizáveis a esse fim. O estudo apoia-se no método dialético, com abordagem analítica e delineamento a partir da averiguação bibliográfica, opções que se justificam à medida que a situação atual é entendida como um quadro contraditório, em que a sociedade, embora com o maior nível de conhecimento e arsenal tecnológico de sua história, enfrenta o risco real de colapso, amedrontando e estagnando uma geração acostumada ao progresso, não ao retrocesso, fazendo-nos questionar sobre estarmos ou não no caminho certo do progresso científico, do desenvolvimento da sociedade e da evolução humana.

Biografia do Autor

Thami Covatti Piaia, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Santo Ângelo, RS

Doutora em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Visiting Scholar na Universidade de Illinois – Campus de Urbana-Champaign – EUA (2012).

Professora na Graduação e no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, Mestrado e Doutorado da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI -, Campus de Santo Ângelo/RS. 

Publicado
2020-12-15
Como Citar
PiaiaT., & CerviJ. (2020). E SE TIVERMOS ERRADO O CAMINHO? REFLEXÕES SOBRE QUESTÕES AMBIENTAIS-TECNOLÓGICAS EM TEMPOS DE COVID-19. Revista Direitos Humanos E Democracia, 8(16), 152-163. https://doi.org/10.21527/2317-5389.2020.16.152-163