PELE NEGRA/VERMELHA, MÁSCARAS BRANCAS: CONTRIBUIÇÕES À DESCOLONIZAÇÃO DAS TEORIAS DO RECONHECIMENTO

  • Marcos de Jesus Oliveira Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Resumo

O objetivo do presente trabalho é apresentar alguns dos limites das teorias do reconhecimento quando pensadas desde a perspectiva pós-colonial e em contextos não-europeus. No percalço deste objetivo, dividiu-se o texto em quatro partes, iniciando-o com uma breve exposição da problemática para, em seguida, discutir a proposta de Frantz Fanon como uma das mais paradigmáticas e influentes nos estudos pós-coloniais. Feito isso, passo à contribuição de Glean Sean Coulthard com o intuito de aprofundar alguns dos problemas das correntes hegemônicas sobre o reconhecimento. Ao final, discutem-se os desafios colocados pelas teorias pós-coloniais às teorias do reconhecimento na superação do “déficit colonial” das tendências hegemônicas.

Publicado
2020-12-15
Como Citar
OliveiraM. (2020). PELE NEGRA/VERMELHA, MÁSCARAS BRANCAS: CONTRIBUIÇÕES À DESCOLONIZAÇÃO DAS TEORIAS DO RECONHECIMENTO. Revista Direitos Humanos E Democracia, 8(16), 112-121. https://doi.org/10.21527/2317-5389.2020.16.112-121