Faces do Desenvolvimento Econômico em Pernambuco - Brasil

Autores

Palavras-chave:

Desenvolvimento econômico. Crescimento econômico. Investimento em infraestrutura. Incentivos Fiscais. Pernambuco. Brasil.

Resumo

Neste trabalho são trazidas à baila discussões acerca das ações e políticas tanto do Governo Federal como estadual que foram responsáveis pelo início de profundas transformações na economia do estado de Pernambuco. Se objetivou demonstrar que as decisões do Estado em promover a descentralização e crescimento econômico ocorreram por meio de investimento em infraestrutura econômico-produtiva, e pela oferta de políticas públicas efetivas de concessão de incentivos fiscais que têm em seus princípios descentralizar a produção industrial para as diversas regiões de seu território, por meio de alíquotas diferenciadas que aumentam os subsídios à medida que aumenta a distância da sua Região Metropolitana, a mais desenvolvida economicamente. O objeto de estudo escolhido foi a dinamização da economia do estado de Pernambuco, e todos os fenômenos que afloraram do momento de grande crescimento econômico por que passou após o ano de 2003. Considerou-se como recorte temporal os anos de 2007 a 2014 e foram consideradas as informações dos resultados dos investimentos dos Programas de Aceleração do Crescimento PAC 1 e 2 e os incentivos fiscais provenientes do Programa de Desenvolvimento de Pernambuco-PRODEPE no mesmo período. A pesquisa se desenvolve considerando que essas ocorrências criaram um ambiente propício para estimular a acumulação de capital industrial e eficientes na atração de investidores e de novas empresas, traz informações sobre os investimentos do PAC, bem como da eficiência do PRODEPE como potencial para implantação e atração de novas empresas.

Biografia do Autor

Mônica Luize Sarabia, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Doutora em Desenvolvimento e Planejamento Urbano na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Bolsista de pós-doutorado na Universidade Federal de Pewrnambuco (UFPE).

Bacharel em Ciências Sociais com Mestrado em Desenvolvimento Urbano e Doutora em Desenvolvimento e Planejamento Urbano na Universidade Federal de Pernambuco. Experiência em projetos e pesquisas aplicadas nas áreas social e econômica. Participação e gestão de projetos ambientais e multidisciplinares. Habilidades diversas na análise, escrita, raciocínio e no uso de tecnologias da informação. Vivência na coordenação de atividades de Controle Ambiental e em Estudos Ambientais. Criatividade, profissionalismo, rápido aprendizado e constante busca de bons resultados. Experiências e vivências de trabalhos técnicos realizados com grupos de grande vulnerabilidade social como catadores, famílias que tiveram seus imóveis desapropriados, assentamentos rurais e organização de associações e cooperativas.

Luis De La Mora, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Doutor em Sociologia pela Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne). Professor do Programa em Desenvolvimento Urbano da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Graduação e Mestrado em Filosofia pela Pontificia Universitá Gregoriana-Roma (1969 e 1970), Mestrado em Promoção do Desenvolvimento - Rijksuniversiteit Te Antuerpen, Bélgica (1973), mestrado em Sociologia - Universite Catholique de Louvain, Bélgica (1974), DEA (Diplome d´études approfondies) em Urbanismo e Organização do Espaço - Instituto de Urbanismo de Paris (1981) e doutorado em Sociologia - Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne) (1992). Professor do Programa em Desenvolvimento Urbano da UFPE desde 1976, professor aposentado e associado da Universidade Federal de Pernambuco.

Publicado

2021-07-14

Como Citar

Sarabia, M. L., & De La Mora, L. (2021). Faces do Desenvolvimento Econômico em Pernambuco - Brasil. Desenvolvimento Em Questão, 19(55). Recuperado de https://revistas.unijui.edu.br/index.php/desenvolvimentoemquestao/article/view/10663