As “Marcas” em Territórios Formados por Grupos Étnicos Alemães a Partir dos Estereótipos Linguagem, Trabalho e Religiosidade: o caso da comunidade rural de Linha Acre - Cândido Godói (RS)

  • Rejane Inês Kieling Faculdade de Tecnologia do Cooperativismo - ESCOOP
Palavras-chave: Memória. Esteriótipos. Imigrantes alemães.

Resumo

A inserção de uma mentalidade industrial no meio rural com a produção de alimentos em escala vem se apresentando como indutora de mudanças em pequenas comunidades rurais, que se veem diante da necessidade de buscar alternativas que visem sua continuidade em termos físicos, mas também no que se refere às suas especificidades sociais e culturais. O presente estudo está pautado na identificação de aspectos relacionados aos estereótipos que “marcam” territórios formados por grupos sociais teuto-brasileiros, por se considerar que sejam relevantes para que estes atores possam encontrar novos significados ao meio que vivem. Este retorno ao passado só é possível por meio das lembranças e da memória que se faz presente no cotidiano, manifestada nas tradições, nos hábitos e nos costumes, como algo imperceptível, mas com força para modificar o futuro. A metodologia utilizada para coleta de dados se deu com a utilização de relatos orais em pesquisa etnográfica, realizada na comunidade rural de Linha Acre – Cândido Godói (RS) durante os anos de 2016 e 2017. Durante a fase de análise dos dados foi possível constatar-se a presença de enraizamento no que diz respeito à presença de construções estereotipadas nos elementos linguagem, trabalho e religiosidade, escolhidos para a pesquisa.

Biografia do Autor

Rejane Inês Kieling, Faculdade de Tecnologia do Cooperativismo - ESCOOP

Doutora em Desenvolvimento Regional na Universidade de Santa Cruz do Sul. Mestre em Economia Aplicada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009) - Possui graduação em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003). Atualmente é gerente financeiro na Associação Sul Brasileira das indústrias de Produtos Suínos e professora na Faculdade de Tecnologia do Cooperativismo (ESCOOP).

Publicado
2020-01-02
Como Citar
Kieling, R. (2020). As “Marcas” em Territórios Formados por Grupos Étnicos Alemães a Partir dos Estereótipos Linguagem, Trabalho e Religiosidade: o caso da comunidade rural de Linha Acre - Cândido Godói (RS). Desenvolvimento Em Questão, 18(50), 89-108. https://doi.org/10.21527/2237-6453.2020.50.89-108
Seção
Artigos