O Espaço Cultural no Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado em Belo Horizonte (MG): da participação popular à apropriação do espaço

  • Leandro Benedini Brusadin Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop)
  • Danielle Barroso Caldeira Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Palavras-chave: reprodução do espaço, apropriação, Lagoa do Nado, significados sociais

Resumo

A cidade e seus lugares são o palco da vida cotidiana para o ser humano e seu espaço é produzido e reproduzido constantemente pelas relações sociais. O Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado, localizado em Belo Horizonte/MG, se tornou um espaço de significados simbólicos que propõe aos seus usuários experiências de lazer e pertencimento fruto de uma iniciativa popular. Sob essa perspectiva, este artigo pretende analisar como a ação de um grupo social permite múltiplas significações no espaço cultural sujeito a constantes mudanças e ressignificações para seu próprio desenvolvimento. A metodologia consiste na pesquisa bibliográfica e documental, além de observação participante in loco. Conclui-se que a ação de um grupo social engajado com os acontecimentos em torno do Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado afetou diretamente a forma que este espaço cultural foi produzido e apropriado pela população local.

Biografia do Autor

Leandro Benedini Brusadin, Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop)

Doutor em História pela Universidade Estadual Paulista de Franca (UNESP); Professor Adjunto do Departamento de Turismo da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e Professor do Programa de Pós-Graduação em Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Danielle Barroso Caldeira, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Aluna de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Publicado
2020-04-24
Como Citar
Brusadin, L., & Caldeira, D. (2020). O Espaço Cultural no Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado em Belo Horizonte (MG): da participação popular à apropriação do espaço. Desenvolvimento Em Questão, 18(51), 210-229. https://doi.org/10.21527/2237-6453.2020.51.210-229
Seção
Artigos