HISTORIA DE AMÉRICA LATINA EN LA POLÍTICA AMBIENTAL MUNDIAL. DE ESTOCOLMO 1972 A RÍO DE JANEIRO 2012

  • Fernando Estenssoro Universidad de Santiago de Chile (USACH).

Resumo

Este artigo é uma análise histórica dos quarenta anos de participação da América Latina e do Caribe (AMLC) no debate ambiental global, ou seja, todo o debate que ocorre no âmbito da Organização das Nações Unidas (ONU) e seus apelos aos países do mundo destinados a superar a crise ambiental global. Esse período vai da Conferência das Nações Unidas sobre o Estado do Ambiente Humano, em Estocolmo, 1972, até a Cúpula das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, no Rio de Janeiro de 2012. Durante esse período, cinco grandes momentos são esquematicamente propostos que permitem a reunião de e levantar quais foram as principais idéias da AMLC no debate ambiental e como elas foram geradas e expressas.

Biografia do Autor

Fernando Estenssoro, Universidad de Santiago de Chile (USACH).

Dr. En Estudios Americanos. Academico del Instituto de Estudios Avanzados (IDEA) de la Universidad de Santiago de Chile (USACH).

Publicado
2020-11-13
Como Citar
EstenssoroF. (2020). HISTORIA DE AMÉRICA LATINA EN LA POLÍTICA AMBIENTAL MUNDIAL. DE ESTOCOLMO 1972 A RÍO DE JANEIRO 2012. Revista Direito Em Debate, 29(54), 6-20. https://doi.org/10.21527/2176-6622.2020.54.6-20
Seção
DOSSIÊ AMÉRICA LATINA: JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL E DIREITOS HUMANOS