DESENVOLVIMENTO E ESTUDO DE ESTABILIDADE FÍSICO-QUÍMICA DE FORMULAÇÕES COSMÉTICAS ANTIENVELHECIMENTO

  • Tainara Fátima da Silva
  • Josiane Woutheres Bortolotto
  • Regis Augusto Norbert Deuschle
  • Thiago de Souza Claudino
  • Viviane Cecilia Kessler Nunes Deuschle UFSM
Palavras-chave: Farmácia

Resumo

A pele é o maior órgão do corpo humano e encontra-se em contato direto com fatores ambientais, devendo, desta forma, ser continuamente protegida. Este trabalho teve como objetivo o desenvolvimento de emulsões antienvelhecimento contendo óleo de romã e vitamina E e determinação da estabilidade destas formulações. Foram preparadas três formulações: formulação 1: contendo 3% de óleo de romã; formulação 2: 2% de vitamina E; formulação 3: 3% óleo de romã e 2% vitamina E. Durante noventa dias as amostras foram submetidas a diferentes condições de temperatura (baixa, ambiente e alta) e foram analisados os seguintes parâmetros: características organolépticas, pH e viscosidade. Observou-se que a amostra que continha apenas vitamina E permaneceu estável a todos os testes realizados no período de noventa dias. Em todas as amostras mantidas em temperatura ambiente não houve reduções na viscosidade. As demais formulações apresentaram pequenas alterações em relação as características organolépticas. Conclui-se que a formulação contendo apenas vitamina E demonstrou maior estabilidade em relação às demais.
Publicado
2019-07-11
Como Citar
da Silva, T., Woutheres Bortolotto, J., Norbert Deuschle, R., de Souza Claudino, T., & Kessler Nunes Deuschle, V. (2019). DESENVOLVIMENTO E ESTUDO DE ESTABILIDADE FÍSICO-QUÍMICA DE FORMULAÇÕES COSMÉTICAS ANTIENVELHECIMENTO. Revista Contexto & Saúde, 19(36), 107-113. https://doi.org/10.21527/2176-7114.2019.36.107-113
Seção
Ciências Farmacêuticas & Saúde