EFEITOS DE UM PROGRAMA DE TERAPIA MANUAL SOBRE A FUNÇÃO RESPIRATÓRIA E QUALIDADE DE VIDA DE INDIVÍDUOS COM DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA (DPOC)

  • Eduardo Matias dos Santos Steidl
  • Bruna Franciele da Trindade Gonçalves
  • Nathalia de Morais Rockenbach Universidade Federal de Santa Maria
  • Adriane Schmidt Pasqualoto
  • Renata Mancopes
Palavras-chave: DPOC, Manipulações musculoesqueléticas, Função respiratória, Qualidade de vida, Reabilitação Pulmonar

Resumo

Objetivo: investigar os efeitos da terapia manual (TM) sobre a função respiratória e qualidade de vida de indivíduos com DPOC. Métodos: foram avaliados 18 indivíduos com idade média 66,06±8,86 anos, 61,1% (11) homens e %VEF1 médio 40,28±16,73 após-programa de TM. As medidas de desfecho foram: frequência cardíaca (FC), frequência respiratória (FR), saturação periférica de oxigênio (SpO2), pressão inspiratória (PIM) e expiratória (PEM) máximas, sensação de dispneia (MRC) e qualidade de vida (SGRQ). Resultados: houve diferença significativa para FC (p=0,04), FR (p=0,007), SpO2 (p<0,0001), PIM e %PIM (p<0,0001), PEM e %PEM (p=0,001). Na qualidade de vida os domínios sintomas (p=0,001), impacto (p=0,001) e pontuação total (p=0,001) diferiram antes e após o programa. Conclusão: o programa de TM melhorou os parâmetros vitais, aumentou a força muscular respiratória e interferiu positivamente na qualidade de vida.

Biografia do Autor

Eduardo Matias dos Santos Steidl

Graduação em Fisioterapia pela Universidade Franciscana (UFN), mestrado e doutorado em Distúrbios da Comunicação Humana pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) 

Bruna Franciele da Trindade Gonçalves

Graduação em Fonoaudiologia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Especialista em Gestão e Atenção Hospitalar no Sistema Público de Saúde pela Universidade Federal de Santa Maria, mestrado e doutorado em Distúrbios da Comunicação Humana pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Adriane Schmidt Pasqualoto

Graduação em Fisioterapia  pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), mestrado em Educação nas Ciências pela Universidade Regional do Noroeste do Estado (UNIJUÍ), doutorado em Ciências Pneumológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Professora Adjunto da Universidade Federal de Santa Maria

Renata Mancopes

Graduação em Fonoaudiologia pelo Instituto Metodista de Educação e Cultura (IMEC), mestre em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), doutorado em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Pós-Doutorado pela University Health Network (UHN), Canadá

Publicado
2020-06-30
Como Citar
SteidlE. M. dos S., GonçalvesB. F. da T., RockenbachN., PasqualotoA. S., & MancopesR. (2020). EFEITOS DE UM PROGRAMA DE TERAPIA MANUAL SOBRE A FUNÇÃO RESPIRATÓRIA E QUALIDADE DE VIDA DE INDIVÍDUOS COM DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA (DPOC). Revista Contexto & Saúde, 20(38), 210-216. https://doi.org/10.21527/2176-7114.2020.38.210-216
Seção
Contexto & Saúde - Geral