Abordagem Policial: O custo econômico do encarceramento no estado do Paraná

Autores

Palavras-chave:

Direitos Humanos, Drogas, Juventude Encarcerada, Política Criminal

Resumo

O presente artigo tem como objetivo abordar os custos econômicos da política criminal de drogas e seu consequente aumento no encarceramento brasileiro. Para isso, utiliza como base de estudo dados referentes ao aprisionamento no estado do Paraná. A temática é relevante porque a problemática requer a atenção das autoridades governamentais, pesquisadores e da sociedade na busca por saídas para minimizar os efeitos de políticas que resultam na expansão dos gastos públicos e privados e no aumento da sensação de medo e insegurança urbana. O artigo sugere, com base em pesquisa bibliográfica, observação empírica e experiência profissional, lançando mão do método hipotético-dedutivo, que as ações visando a redução da criminalidade, coordenadas apenas por meio dos órgãos de segurança pública, são paliativas e carecem de efetividade, sobretudo quanto à criminalidade derivada do uso e tráfico de drogas. Conclui-se que a superação do problema depende de uma mudança do paradigma punitivo que orbita em torno de práticas sociojurídicas penalizadoras, priorizando alternativas político-institucionais descriminalizadoras que visem a resolução pacífica, restaurativa e não encarceradora dos problemas relativos às drogas.

Biografia do Autor

Murilo Basso, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

Mestrando em Direitos Humanos e Políticas Públicas na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Especialista em Filosofia e Direitos Humanos pela PUCPR Especialista em Relações Internacionais e Diplomacia pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. (Unisinos). Graduado em Comunicação Social pela PUCPR.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/6284114556515177

E-mail: mbasso89@gmail.com

Cezar Bueno de Lima, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

Doutor em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP). Professor do curso de graduação em Ciências Sociais e do Programa de Pós-graduação em Direitos Humanos e Políticas Públicas (Mestrado) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), campus Curitiba. Professor convidado do Programa de Doutorado em Humanidades da Universidade Católica de Moçambique. Autor do livro “Jovens em Conflito com a lei: liberdade assistida e vidas interrompidas”.  Coautor do livro “Juventude, Violência, Cidadania e Políticas Públicas em Curitiba e Região Metropolitana”, publicado pelo Núcleo de Pesquisa do Instituto de Defesa dos Direitos Humanos/IDDEHA-PR e autor de diversos artigos em revistas científicas.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/8475304866655739

Email: c.bueno@pucpr.br

Maurício Luciano Fogaça, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

Mestre em Direitos Humanos e Políticas Públicas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Especialista em Ciências Penais pela PUCPR. Graduado em Direito pela PUCPR. Docente nos cursos de formação da Polícia Militar nas matérias de Legislação Penal Especial, Direito Penal e Processo Penal.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/1452628714956824

E-mail: mlfogaca@hotmail.com

Publicado

2022-11-14

Como Citar

Basso, M., Bueno de Lima, C., & Fogaça, M. L. (2022). Abordagem Policial: O custo econômico do encarceramento no estado do Paraná. Revista Direito Em Debate, 31(58). Recuperado de https://revistas.unijui.edu.br/index.php/revistadireitoemdebate/article/view/12381