Desafios da formação de professores em um contexto de reforma educacional: uma análise a partir do paradigma da reforma escocesa “Curriculum for Excellence”

Autores

  • Ana Lúcia Pereira Universidade Estadual de Ponta Grossa

DOI:

https://doi.org/10.21527/2179-1309.2024.121.12759

Palavras-chave:

BNCC, Formação de Professores, Curriculum for Excellence, Reforma educacional

Resumo

O presente artigo tem como objetivo investigar os desafios envolvidos na formação inicial e continuada de professores para a Educação Básica no Brasil no contexto da reforma educacional recentemente implantada no país por meio da BNCC, usando como paradigma o processo bem-sucedido de reforma educacional ocorrido na Escócia, que culminou na implantação do “Curriculum for Excellence” naquele país. A pesquisa é de natureza qualitativa, e a investigação consistiu de análise aprofundada dos documentos que embasaram as propostas escocesa e brasileira. Os dados apresentados são 12 artigos que foram escritos a partir de um projeto de pesquisa, relacionados aos “desafios da formação de professores em um contexto de reforma educacional” e que serão aqui analisados a partir do paradigma do processo bem-sucedido de reforma educacional ocorrido na Escócia. A partir de paralelos que identificamos entre os processos de reforma curricular escocês e brasileiro, nossos resultados nos permitem contribuir para o aprofundamento das discussões em curso no Brasil acerca da BNCC e da reforma do Ensino Médio, bem como com as eventuais reflexões sobre necessidades de correções de rumo no processo de reformas no Brasil.

Referências

ARAUJO B. L.; PEREIRA, A. L. Afinal, currículo no curso de letras representa apenas o conteúdo? Revista del Ciffyh Área Letras – RECIAL., Argentina: Córdoba., vol. 9, n. 14., p. 244-261., 2018.

BARANHUKE, M. C.; PEREIRA, A. L.; GOULART M. B. O uso das tecnologias digitais da informação e comunicação: uma análise a partir das alterações curriculares dos Cursos de Licenciatura em Matemática do Paraná. Revista Valore., Rio de Janeiro: Volta Redonda, vol. 6, Edição Especial, p. 1264-1277, 2021.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Ministério da Educação. Governo Federal. 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase. Acesso em: 6 maio. 2018.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF, 1996. Disponível em: http://legis.senado.leg.br/legislacao/ListaPublicacoes.action?id=102480&tipoDocumento=LEI&tipoTexto=PUB” http://legis.senado.leg.br/legislacao/ListaPublicacoes.actionid=102480&tipoDocumento=LEI&tipoTexto=PUB. Acesso em: 20 fev. 2019.

BRASIL b. Lei 13.415 de 16 de fevereiro de 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13415.htm. Acesso em: 25 abr. 2017.

BRASIL a. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf. Publicado em 20 de dezembro de 2017. Acesso em: 18 jan. 2018.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997. p. 126.

CNTE. Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação. A reforma do ensino médio suprime direitos, privatiza a educação e terceiriza os/as trabalhadores/as escolares. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 11, n. 20, p. 337-343, jan./jun. 2017.

DONALDSON, G. Teacher Education and Curriculum Change in Scotland. European Journal of Education, [s. l.], v. 49, n. 2, 2014.

DONALDSON, G. Teaching Scotland’s future. Report of a review of teacher education in Scotland. Scottish Government, Edinburgh, 2011. Disponível em: www.gov.scot/Publications/2011/01/13092132/15. Acesso em 18/01/2018.

DOURADO, L. F.; OLIVEIRA, J. F. de. Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e os Impactos nas Políticas de Regulação e Avaliação da Educação Superior. In: AGUIAR, M. A. S.; DOURADO, L. F. (org.). A BNCC na contramão do PNE 2014-2024: avaliação e perspectivas. [Livro Eletrônico]. Recife: ANPAE, 2018.

EDUCATION SCOTLANDa. What is Curriculum for Excellence? Disponível em: https://education.gov.scot/scottish-education-system/policy-for-scottish-education/policy-drivers/cfe-(building-from-the-statement-appendix-incl-btc1-5)/What%20is%20Curriculum%20for%20Excellence? Acesso em: 21 set. 2021.

EDUCATION SCOTLANDb. Scotland’s Curriculum for Excellence – Putting learners at the heart of education. Disponível em: https://scotlandscurriculum.scot/. Acesso em: 21 set. 2021.

GATTI, B. O que se percebe é que a questão da docência é sempre relegada como se fosse algo menor. Cadernos Cenpec, [s. l.], v. 4, n. 2, p. 248-275, dez. 2014.

GOULART, M.; COSTA, P. K. A. da; PEREIRA, A. L.; A integração das TDIC na formação inicial de professores de matemática no Brasil: uma análise a partir dos projetos pedagógicos. Olhar de professor, Ponta Grossa, v. 21, n. 2, p. 351-367, 2018.

JAHNKE, T. S.; MORAES, J. C. P. de; PEREIRA, A. L. Pensamento e raciocínio estocástico na BNCC de educação infantil: inferências para o letramento. #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 10, n. 1, 2021.

JOLANDEK, E. G.; PEREIRA, A. L.; MENDES, L. O. R. Avaliação em larga escala e currículo: relações entre o PISA e a BNCC. Com a Palavra, o Professor, [s. l.], v. 4, n. 10, p. 245-268, 2019.

JOLANDEK, E. G.; PEREIRA, A. L.; MENDES, L. O. R. Desafios e impactos da implementação da Base Nacional Comum Curricular: o que dizem professores de matemática. Revista Eletrônica Científica Ensino Interdisciplinar, Mossoró, v. 7, n. 21, 2021.

JOLANDEK, E. G.; PEREIRA, A. L.; MENDES, L. O. R. Letramento matemático e suas vertentes. Revista Valore, Volta Redonda, v. 6 (Edição Especial):, p. 563-573, 2021.

JOLANDEK, E. G.; PEREIRA, A. L.; MENDES, L. O. R. Vertentes sobre avaliação em larga escala e política educacional: possíveis lacunas à a se preencher. Revista Valore, Volta Redonda, v. 3 (Edição Especial) p. 390-402, 2018.

MACEDO, E. Base Nacional Comum Curricular: a falsa oposição entre conhecimento para fazer algo e conhecimento em si. Educação em Revista., Belo Horizonte, v. 32 n. 2, abr./jun. 2016.

MENDONÇA, E. F. PNE e Base Nacional Comum Curricular (BNCC): impactos na gestão da educação e da escola. In: AGUIAR, M. A. da S.; DOURADO, L. F. (org.). A BNCC na contramão do PNE 2014-2024: avaliação e perspectivas. [Livro Eletrônico]. Recife: ANPAE, 2018.

MORAES, J. C. P. de.; PEREIRA, A. L. Análise de competências específicas na BNCC de matemática, indícios para abordagem metodológica e afastamentos dos PCN. Revista Valore, Volta Redonda, v. 6 (Edição Especial) p. 955-967, 2021.

OLIVEIRA, I. B. de. Políticas curriculares no contexto do golpe de 2016: debates atuais, embates e resistências. In: AGUIAR, M. A. da S; DOURADO, L. F. ( org.). A BNCC na contramão do PNE 2014-2024: avaliação e perspectivas. [Livro Eletrônico]. Recife: ANPAE, 2018.

OCDE – Organization for Economic Co-Operation and Development (OECD). 2013. Education at a Glance 2013 OECD indicators. OECD Publishing.

PIMENTEL, A. O método da análise documental: seu uso numa pesquisa historiográfica. Cad. Pesq., [s. l.], n. 114:, p. 179-95, 2001.

Downloads

Publicado

2024-01-02

Como Citar

Pereira, A. L. (2024). Desafios da formação de professores em um contexto de reforma educacional: uma análise a partir do paradigma da reforma escocesa “Curriculum for Excellence”. Revista Contexto & Educação, 39(121), e12759. https://doi.org/10.21527/2179-1309.2024.121.12759

Edição

Seção

Interculturalidade e Educação