REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS ACERCA DA PROMOÇÃO DA SAÚDE POR MEIO DE AÇÕES DIALÓGICAS

  • Telma Pelaes de Carvalho INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ
  • Mariluci Hautsch Willig Universidade Federal do Paraná
  • Luciana Puchalski Kalinke
  • Nadine Biagi Sousa Ziesemer INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ
  • Ana Paula Berberian Universidade Tuiuti do Paraná
  • Giselle Aparecida Athayde Massi Universidade Tuiuti do Paraná
Palavras-chave: Representação social. Idosos. Institucionalização. Promoção da saúde. Ações dialógicas

Resumo

Objetivo: conhecer as representações sociais de idosos institucionalizados por meio de ações dialógicas. Método: estudo qualitativo descritivo, ancorado na Teoria das Representações Sociais. Utilizou-se de encontros dialógicos grupais de promoção à saúde e entrevistas semiestruturadas. Os resultados foram processados pelo software IRAMUTEQ. Resultados: dentre participantes, a maioria era constituída por mulheres, com idade média de 77 anos, 06 eram viúvas, a escolaridade predominante foi o ensino fundamental incompleto, o tempo de residência nas ILPIs variou de um a nove anos.O software concentrou as respostas dos idosos das entrevistas em três classes, assim nominadas: 1) Conversar para conhecer as outras pessoas, conviver com elas e me fortalecer; 2) Participar do encontro_reunião ajuda a enfrentar a vida institucionalizada; 3) Nunca é tarde para cuidar da saúde. Considerações Finais: os enunciados elaborados pelos participantes revelam que a interação social promove a produção e a troca de conhecimento, o fortalecimento de relações interpessoais, o compartilhamento de experiências vividas e o estabelecimento de confiança mútua. As atividades mostraram-se eficazes para aos idosos, ajudando-os a (re) significar a vida institucionalizada.

Biografia do Autor

Mariluci Hautsch Willig, Universidade Federal do Paraná

Enfermeira. Doutora em enfermagem. Professora Permanente do programa de pós-Graduação em enfermagem, mestrado profissional na Universidade Federal do Paraná

Luciana Puchalski Kalinke

Enfermeira. Doutora em Ciências. Professora permanente do programa de pós-graduação em enfermagem da Universidade Federal do Paraná. 

Nadine Biagi Sousa Ziesemer, INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ

Enfermeira. Doutora em distúrbios da comunicação. Professora adjunta do Instituto Federal do Paraná.

 

Ana Paula Berberian, Universidade Tuiuti do Paraná

Fonoaudióloga. Doutora em história. Professora do mestrado e doutorado em distúrbio da comunicação da Universidade Tuiuti do Paraná. 

Giselle Aparecida Athayde Massi, Universidade Tuiuti do Paraná

Fonoaudióloga. Doutora em linguística. Professora do mestrado e doutorado em distúrbio da comunicação da Universidade Tuiuti do Paraná. E-mail: giselle.massi@utp.br

Publicado
2020-11-04
Como Citar
de CarvalhoT., WilligM., KalinkeL., ZiesemerN., BerberianA., & MassiG. A. (2020). REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS ACERCA DA PROMOÇÃO DA SAÚDE POR MEIO DE AÇÕES DIALÓGICAS. Revista Contexto & Saúde, 20(40), 267-274. https://doi.org/10.21527/2176-7114.2020.40.267-274
Seção
Contexto & Saúde - Geral