ANÁLISE DA INSTITUIÇÃO DO SERVIÇO DE ERGONOMIA EM UM FRIGORÍFICO: UM ESTUDO QUANTI-QUALITATIVO

  • Jeniffer Sauthier Alves Centro Universitário Cenecista de Osório
  • Maria Amélia Bagatini Centro Universitário Cenecista de Osório
  • Tatiana Cecagno Galvan Centro Universitário Cenecista de Osório
Palavras-chave: Ergonomia, Fisioterapia, Reorganização de Recursos Humanos, Licença Médica, Absenteísmo

Resumo

Objetivo: Analisar os dados de turnover, absenteísmo e afastamentos do trabalho, e compará-los pré e pós o serviço de ergonomia na empresa. Também se objetivou analisar a percepção, opinião e conhecimento da hierarquia sobre serviço de ergonomia. Método: A pesquisa caracterizou-se como observacional de caráter retrospectivo e experimental de caráter transversal, foram analisados dados da empresa e da aplicação de um questionário a 129 colaboradores. As análises estatísticas foram realizadas no programa SPSS versão 8.0 e p significativo quando menor que 0,05. Resultados: Ao analisar o período avaliado, não se constatou significância da redução do absenteísmo, turnover e afastamentos do trabalho no período pré e pós implantação do serviço de ergonomia. Quanto a análise dos questionários percebeu-se significância estatística na relação entre a necessidade da ergonomia na empresa x valorização, necessidade da ergonomia na empresa x segurança, entre a procura do ergonomista x solução de problemas, adaptação percebida x facilitação do trabalho seu ou do colega, percepção de mudança x valorização e percepção de mudança x segurança. Conclusão: Não houve significância estatística na redução do absenteísmo, turnover e afastamentos após implantado o serviço de ergonomia, porém os índices não aumentaram mesmo com o aumento da produtividade e número de colaboradores. Também se conclui que independente da hierarquia os trabalhadores percebem a importância, conhecem e através de sua opinião demonstraram satisfação com o serviço da ergonomia. Sugere-se novos estudos com empresas com maior número amostral e também um estudo aprofundado sobre os motivos de afastamentos para combate-los.

Biografia do Autor

Jeniffer Sauthier Alves, Centro Universitário Cenecista de Osório

Fisioterapeuta - CREFITO 5/300130 - F 

Risidência Multiprofissional Hospitaral em Saúde do Adulto e do idoso - Hospital Universitário de Canoas

Maria Amélia Bagatini, Centro Universitário Cenecista de Osório
Graduanda do Curso de Fisioterapia; Formação complementar em: Método Pilates Contempôraneo;  Ventosaterapia; Bandagens Funcionais; Liberação Miofascial manual e com acessórios; Ginástica Laboral: Clínica Prática com dinâmicas criativas; Cinesioterapia Funcional - Estabilização Segmentar; Já ministrou palestras na área da Fisioterapia.
Tatiana Cecagno Galvan, Centro Universitário Cenecista de Osório

Fisioterapeuta - CREFITO 5/ 161.363-F

Mestre em Engenharia de Produção - Foco em Ergonomia; Especialista em Docência no Ensino Superior; Especialista em Administração de Pessoas; Especialista em Fisioterapia do Trabalho; Especialista em Fisioterapia em Gerontologia; Instrutora de Pilates Contemporâneo; Consultora na área de Ergonomia; Fisioterapeuta com atuação focada na saúde dos trabalhadores, saúde das empresas e saúde dos idosos; Professora da UNICNEC para os cursos de Fisioterapia; Gestora da Galvan Fisioterapia e Saúde.    
Publicado
2020-11-04
Como Citar
AlvesJ., BagatiniM. A., & GalvanT. (2020). ANÁLISE DA INSTITUIÇÃO DO SERVIÇO DE ERGONOMIA EM UM FRIGORÍFICO: UM ESTUDO QUANTI-QUALITATIVO. Revista Contexto & Saúde, 20(40), 32-42. https://doi.org/10.21527/2176-7114.2020.40.32-42
Seção
Fisioterapia & Saúde