AMAMENTAÇÃO: INFLUÊNCIA DO TEMPO DE TRANSIÇÃO DA SONDA PARA VIA ORAL EM PREMATUROS

  • Gabriele Kauss Barbosa UNIJUI
  • Simone Zeni Strassburger UNIJUI
  • Joseila Sonego Gomes UNIJUI
  • Maria Cristina Roppa Garcia UNIJUI
  • Pâmela Fantinel Ferreira UNIJUI
  • Camila Lehnhart Vargas UNIJUI
Palavras-chave: Aleitamento Materno, Unidades de Terapia Intensiva Neonatal, Transição Nutricional

Resumo

OBJETIVO: Este trabalho busca apresentar quais fatores podem influenciar na prática da amamentação em RNPT, e observando de que forma a transição alimentar de sonda para via oral pode intervir no sucesso do aleitamento materno. METODOLOGIA: Estudo do tipo descritivo de caráter observacional e documental transversal. A população é composta RNPT, de ambos os sexos, que estiveram internados em UTIN, aceitando participar da pesquisa, através do TCLE. Foram incluídos os RN menores de 37 semanas, e excluídos aqueles prematuros cujos pais ou responsáveis não aceitaram participar da pesquisa e óbitos. A amostra foi constituída por 28 RNPT. RESULTADOS: A idade gestacional média foi de 32,59±2,95 semanas. Na admissão da UTIN 27 (96,42%) estavam com prescrição de nada por via oral (NPO). As vias utilizadas para a nutrição dos RNPT foram a nutrição parenteral (NPT), e nutrição enteral (NE), com mediana de 10 dias de tempo de uso. Durante a utilização da sonda enteral a estimulação sensório-motora oral foi realizada em 25 (92,60%) dos RNPT, na alta a mãe foi questionada se havia recebido orientações sobre aleitamento materno e 23 (82,14%) confirmaram. CONCLUSÕES: O tempo e a prevalência do uso de SOG sugerem interferência na manutenção da amamentação exclusiva, pois a maioria teve alta com o uso de fórmulas. O BLH do hospital tem influencia muito positiva no fato de grande parte dos RNPT terem iniciado a VO no seio materno. Os resultados quanto à influência do tempo de uso de sonda na amamentação não foram expressivos nesta pequena. 

Biografia do Autor

Gabriele Kauss Barbosa, UNIJUI
Nutricionista
Simone Zeni Strassburger, UNIJUI
Fisioterapeuta, Doutora em Saúde da Criança, Docente do Curso de Fisioterapia - UNIJUI
Joseila Sonego Gomes, UNIJUI
Enfermeira, Doutoranda em Enfermagem, Docente do curso de Enfermagem - UNIJUI
Maria Cristina Roppa Garcia, UNIJUI
Academica de Graduaçao em Nutrição - UNIJUI
Pâmela Fantinel Ferreira, UNIJUI
Nutricionista, Doutora em Disturbios da Comunicação Humana, Docente do Curso de Nutrição - UNIJUI
Camila Lehnhart Vargas, UNIJUI
Nutricionista, Doutoranda em Disturbios da Comunicação Humana, Docente do Curso de Nutrição - UNIJUI
Publicado
2019-12-17
Como Citar
BarbosaG., StrassburgerS., GomesJ., Roppa GarciaM., FerreiraP., & VargasC. (2019). AMAMENTAÇÃO: INFLUÊNCIA DO TEMPO DE TRANSIÇÃO DA SONDA PARA VIA ORAL EM PREMATUROS. Revista Contexto & Saúde, 19(37), 5-10. https://doi.org/10.21527/2176-7114.2019.37.5-10
Seção
Nutrição & Saúde