MICROBIOTA ORAL E SUA IMPLICAÇÃO NO BINÔMIO SAÚDE-DOENÇA

  • José Carlos Costa dos Santos Júnior UNEF
  • Tasciano dos Santos Santa Izabel UNEF
Palavras-chave: Odontologia, Microbiologia, Microbiota, Saúde bucal, Infecção focal

Resumo

A cavidade oral apresenta uma grande diversidade de microrganismos. A microbiota bucal encontra-se normalmente em harmonia com o hospedeiro, porém, em condições anormais tem o potencial de gerar infecções bucais e sistêmicas graves. O presente estudo teve como objetivo verificar a importância da microbiota oral no processo saúde-doença. Foi realizada uma revisão de literatura, por meio de pesquisa nas bases de dados: LILACS, BBO, Scientific Electronic Library Online (Scielo) e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), tendo como critérios de inclusão: artigos científicos que tratassem sobre a temática, publicados entre 2000 e 2018 em português, inglês e espanhol. Os resultados demonstraram que a microbiota oral sofre influência da temperatura, pH, presença de oxigênio, disponibilidade de nutrientes e os mecanismos de defesa do hospedeiro. Ao ocorrer desregulações desses parâmetros a microbiota é alterada, o que desencadeia a colonização por patógenos. As infecções sistêmicas (cardiopatias e infecções respiratórias) correlacionadas apresentam relações diretas e bidirecionais, onde o desfecho quase sempre é o óbito. Entretanto, observa-se a necessidade de pesquisas mais detalhadas para esclarecer esta real influência.

Publicado
2019-07-11
Como Citar
Santos Júnior, J. C., & Izabel, T. (2019). MICROBIOTA ORAL E SUA IMPLICAÇÃO NO BINÔMIO SAÚDE-DOENÇA. Revista Contexto & Saúde, 19(36), 91-99. https://doi.org/10.21527/2176-7114.2019.36.91-99
Seção
Ciências Básicas & Saúde