O CURRÍCULO INTEGRADO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: CONCEPÇÕES DE ALUNOS E PROFESSORES SOBRE PROJETO INTEGRADOR

  • Fabricio Gurkewicz Ferreira IFRO
  • Lediane Fani Felzke IFRO
Palavras-chave: Educação Profissional e Tecnológica; Currículo Integrado; Projeto Integrador.

Resumo

Este artigo tem por objetivo verificar a percepção de um grupo de professores e de alunos a respeito dos limites e possibilidades da realização de um projeto integrador em uma instituição de Educação Profissional e Tecnológica, na tentativa de efetivar o currículo integrado. Para a metodologia foi utilizada a pesquisa participante. Como resultados, constatamos que o projeto integrador colabora de maneira significativa no processo de ensino e aprendizagem, inclusive na temática proposta, qual seja, as corporalidades indígenas, pois buscou a integração entre as diversas áreas do conhecimento. Como pontos positivos apontamos a aproximação das disciplinas, a valorização da diversidade cultural, a realização de atividades interdisciplinares e a diminuição da quantidade de atividades avaliativas. Já como pontos negativos, temos o pouco tempo para a realização da proposta, a falta de espaços adequados para a sua preparação e a ausência de comprometimento de alguns professores e alunos. O desenvolvimento dessa pesquisa nos mostrou que o projeto integrador é uma ferramenta valiosa para a implantação do currículo integrado no ambiente escolar, sobretudo na Educação Profissional e Tecnológica. Contudo, o seu êxito está condicionado a maior articulação de esforços entre gestores públicos, gestores escolares, professores e alunos.

Biografia do Autor

Lediane Fani Felzke, IFRO

Historiadora, mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR/2007) com dissertação sob o título: "Quando os ouriços começam a cair: A coleta de castanha entre os Gavião de Rondônia". Doutora em Antropologia Social pelo PPGAs/DAN/UnB (2017) com a tese intitulada "Dança e imortalidade. Igreja, festa e xamanismo entre os Ikólóéhj Gavião de Rondônia". Desde fevereiro de 2009 é docente do Instituto Federal de Rondônia (IFRO), campus Ji-Paraná. Pesquisa, desde 2004, entre os Ikólóéhj Gavião de Rondônia. A partir de 2018 é docente do Programa de Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT). Atua principalmente nos seguintes temas: etnologia indígena, educação indígena, sustentabilidade e política indigenista, estudos de gênero, educação profissional e tecnológica (EPT).

Publicado
2020-09-16
Como Citar
FerreiraF., & FelzkeL. (2020). O CURRÍCULO INTEGRADO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: CONCEPÇÕES DE ALUNOS E PROFESSORES SOBRE PROJETO INTEGRADOR. Revista Contexto & Educação, 36(113). Recuperado de https://revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/10421