Percepção matemática na educação infantil: Contribuições para a prática educativa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21527/2179-1309.2023.120.12461

Palavras-chave:

Teoria Histórico-Cultural, Percepção Matemática, Educação Infantil

Resumo

Neste artigo expomos uma investigação resultante de uma pesquisa de Iniciação Científica (IC) que teve como objetivo discutir o desenvolvimento da percepção matemática na educação infantil. Mediante uma pesquisa de caráter bibliográfico, utilizamos os pressupostos da Teoria Histórico-Cultural para destacar a necessidade do trabalho pedagógico organizado desde o ingresso das crianças na educação infantil, pois é por esse trabalho que os sujeitos poderão se apropriar das bases conceituais, alcançando as condições para seu pleno desenvolvimento psíquico. O artigo está divido em três momentos. Iniciamos caracterizando as funções mentais envolvidas no processo de desenvolvimento humano e por que a percepção precisa ser considerada no trabalho educativo. Na sequência, definimos o que é percepção matemática. Por fim, apresentamos como, por meio de ações de ensino intencionalmente planejadas, os professores podem organizar o ensino para o desenvolvimento da percepção Matemática em crianças da educação infantil. Esperamos que esta pesquisa contribua para o ensino de matemática na educação infantil, na direção de repensar e reorganizar as ações de ensino nessa etapa.

Biografia do Autor

Joelma Fátima Castro, Universidade Estadual de Maringá (UEM) e Programa de Pós-Graduação em Educação (PPE/UEM)

Mestra em Educação pelo Programa de Pós- Graduação (PPE) na Universidade Estadual de Maringá.Formada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) em 2019. Participou do Programa Institucional de Bolsa á Docência(PIBID) com foco em matemática (CAPES), realizou pesquisa com o tema: As contribuições de Maria Montessori para o ensino da matemática nos anos iniciais. Possui experiência na área de Educação Infantil. Participou do Programa Residência Pedagógica, núcleo Gestão Escolar (CAPES), desenvolveu uma pesquisa intitulada: A percepção matemática na educação infantil: em busca de possibilidades didáticas, participa da Oficina Pedagógica de Matemática (OPM/UEM), do Grupo de estudos e pesquisa em Educação Social em Saúde.

Edilson de Araújo dos Santos, Universidade de São Paulo (USP)

Graduado em Pedagogia (2017) pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Especialização em Educação Especial (2020) pela Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco. Mestrado em Educação (2020) pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP), vinculada a Universidade de São Paulo (USP).  Saúde. 

Luciana Figueiredo Lacanallo Arrais, Universidade Estadual de Maringá (UEM) e Programa de Pós-Graduação em Educação (PPE/UEM)

Possui graduação em Pedagogia (1996), Mestrado (2005) e Doutorado (2011) em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Professora adjunta do Departamento de Teoria e Prática da Educação (DTP/UEM) na área de Prática de Ensino e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPE/UEM), na linha de pesquisa: Ensino, Aprendizagem e Formação de Professores. Representante docente do conselho acadêmico do PPE/UEM. Membro do conselho municipal de educação de Maringá, PR.Membro da comissão de reestruturação de estágio da Universidade Estadual de Maringá. Coordenadora da Oficina Pedagógica de Matemática (OPM/UEM) que é uma das ações do Grupo de Pesquisa e Ensino Trabalho Educativo e Escolarização (GENTEE/UEM/CNPq). Coordenadora do PIBID projeto Pedagogia Núcleo: Alfabetização. Diretora Auxiliar do Colégio de Aplicação Pedagógica (CAP/UEM). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Avaliação da Aprendizagem; Formação de Professores; Organização do Ensino de Matemática; Metodologia do Ensino de Matemática; e Estágio Supervisionado.

Downloads

Publicado

2023-01-02

Como Citar

Castro, J. F., Santos, E. de A. dos, & Lacanallo Arrais, L. F. . (2023). Percepção matemática na educação infantil: Contribuições para a prática educativa. Revista Contexto & Educação, 38(120), e12461. https://doi.org/10.21527/2179-1309.2023.120.12461

Edição

Seção

Dossie Práticas educativas e formação docente: metodologias e saberes