A LÍNGUA QUE A ESCOLA COMEU

  • Mariana de Oliveira Wayhs Unicruz
  • Elizabeth Fontoura Dorneles Unicruz

Resumo

A constituição do sujeito criança na relação com a personagem Bruxa dos contos de fadas é o tema deste estudo. O objetivo central da pesquisa é desvelar o funcionamento discursivo a partir da análise dos efeitos de sentido constituídos na relação personagem Bruxa / sujeito criança e os impactos em termos de linguagem e comunicação. A materialidade de análise consta de entrevista semiestruturada com crianças de 6 a 11 anos, filhos dos catadores do Projeto Profissão Catador da UNICRUZ, gravação dos áudios e transcrição, para a formação do arquivo do analista. Partindo das sequências discursivas selecionadas, são aplicados os procedimentos teórico-metodológicos da Análise de Discurso Francesa (AD). Ao aprofundarmos os estudos discursivos percebemos que a Bruxa inscrita nas condições de produção das crianças entrevistadas é a da inquisição, a demoníaca, que, na realidade, acaba se materializando no silenciamento do sujeito criança, consequência do trabalho com a língua portuguesa a partir de uma perspectiva imaginária, e não fluida.

Palavras-chave: Análise do discurso. Efeito Bruxa. Cultura. Sociedade moderna. Criança.

 

Biografia do Autor

Mariana de Oliveira Wayhs, Unicruz

Mestre em Práticas Socioculturais e Desenvolvimento Social da UNICRUZ - concentração Linguagem e Sociedade (2016). Especialista em Linguística e Ensino de Línguas e da Literatura (2009) - UNICRUZ. Possui graduação em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda (2004) e em Letras Português - Inglês / Licenciatura (2012), ambos cursados na Universidade de Cruz Alta. Foi bolsista PROSUP/CAPES e atua junto aos grupos de pesquisa GEL ,Grupo de Estudos linguísticos, e GEPELC, Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Linguagens e Comunicação da UNICRUZ, em projetos direcionados à Linguagem e Sociedade. Atua há 14 anos como redatora de publicidade, roteirista e diretora audiovisual. Atualmente é docente de Língua Portuguesa, Literatura e Artes na Educação de Jovens e Adultos, da disciplina de Linguagem e Comunicação em todos os Cursos Técnicos da Escola de Educação Profissional Erico Verissimo do SEG - Sistema de Ensino Gaúcho Cruz Alta, onde também atua como docente do Programa de Pós-Graduação da Faseg nas disciplinas de Educação Especial na perspectiva inclusiva, História da Educação e Relações Interpessoais nas Especializações em Formação Docente para a Educação Profissional, MBA em Gestão de Pessoas e Marketing e na disciplina de Metodologia da Pesquisa para todos os Cursos de Pós-Graduação da referida instituição. Também ministra a disciplina de Produção textual nos MBAs de Gestão Empresarial e Controladoria da Faculdade Serra Gaúcha em Caxias do Sul eventualmente. Na área de comunicação, desempenha a função de Assessora de Comunicação do Projeto Profissão Catador II da Unicruz, patrocinado pelo Programa Petrobras Socioambiental, e Assessora de Comunicação da Incubadora e Aceleradora Tecnológica de Negócios Sociais da Unicruz.

Elizabeth Fontoura Dorneles, Unicruz

Possui graduação em Licenciatura Plena em Letras pela Associação de Professores de Cruz Alta (1977), mestrado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999) e doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). Atualmente é professora da Universidade de Cruz Alta, no PPG Práticas Socioculturais e Desenvolvimento Social. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teorias do Texto e do Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: discurso, história, identidade, língua e literatura,cultura, politica e movimentos sociais. Membro dos Grupos de pesquisa GEPELC - Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Linguagem e Comunicação, liderado por Carla Rosane Tavares Alves, GEPAD liderado por Solange Mitman e do Grupo Oficinas de AD: conceitos em movimento, liderado por Maria Cristina Leandro Ferreira. Possui experiencia em gestão da Educação Superior.

Publicado
2020-09-10
Como Citar
WayhsM., & DornelesE. (2020). A LÍNGUA QUE A ESCOLA COMEU. Revista Contexto & Educação, 36(113). Recuperado de https://revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/8183