A INTERCULTURALIDADE NA FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM

  • Rosane Teresinha Fontana
Palavras-chave: Palavras-Chave: Interculturalidade. Ensino. Enfermagem.

Resumo

Trata-se de uma proposta de reflexão sobre a interculturalidade e a formação em enfermagem. Utilizou-se a revisão narrativa como método. Considerando que a intercultura vem se configurando como uma nova perspectiva epistemológica, e, como um objeto de estudo interdisciplinar e transversal, no sentido de tematizar e teorizar a complexidade, entende-se que refletir sobre o tema na formação em enfermagem pode agregar valor ao cuidado. Em todas as áreas do conhecimento, a diversidade cultural só pode ser promovida ao reconhecer, como princípio fundador, o diálogo e o respeito entre as civilizações e as culturas. Além disso, constitui força motriz do desenvolvimento, indispensável para atenuar a pobreza e promover tanto a igualdade como a equidade na assistência à saúde.

 

Biografia do Autor

Rosane Teresinha Fontana

Doutora em enfermagem. Docente dos cursos de Graduação e Pós-Graduação na Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.

Publicado
2019-08-30
Como Citar
Fontana, R. (2019). A INTERCULTURALIDADE NA FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM. Revista Contexto & Educação, 34(109), 36-51. https://doi.org/10.21527/2179-1309.2019.109.36-51