SAÚDE MENTAL DE ESTUDANTES DE TERAPIA OCUPACIONAL E O AMBIENTE ACADÊMICO

  • Jéssica Tainara de Macedo Maia Discente de Terapia Ocupacional na Universidade da Amazônia- UNAMA
  • Odair José Mendes Souza Júnior Discente de Terapia Ocupacional na Universidade da Amazônia- UNAMA
  • Edilson Coelho Sampaio Docente do curso de graduação Terapia Ocupacional-UNAMA
Palavras-chave: : Saúde Mental, Estudantes, Terapia Ocupacional, Desempenho Ocupacional, Universidade

Resumo

Percebe-se que na graduação há grandes mudanças, marcadas por vivências individuais e coletivas, que implicam em maior responsabilização, sociabilidade, adequação as normas, metodologias, grupos e pessoas desconhecidas, estes aspectos podem se tornar fatores estressantes e adoecedores. Objetivos: Analisar a influência do ambiente acadêmico na saúde mental e seus reflexos no desempenho ocupacional dos discentes de Terapia Ocupacional da Universidade da Amazônia. Método: A pesquisa foi de cunho qualitativo, do tipo Estudo de Casos múltiplos, descritiva, transversal, de campo e prospectiva. Através da entrevista desenvolvida pelos pesquisadores, denominada “O ambiente acadêmico e Saúde Mental dos estudantes”, que contém dados iniciais, autoavaliação do estado mental, avaliação institucional e quatro perguntas subjetivas, realizou-se com 4 alunos de Terapia Ocupacional da UNAMA. Resultados: Todos os entrevistados se identificam como ansiosos, insatisfeitos e com esgotamento físico. As respostas apontam maior comprometimento do desempenho da ocupação Descanso e Sono. Elencando as principais causas: dificuldade em administrar o tempo, ansiedade constante, não conseguir relaxar durante a noite, pensamento constante nas atividades que serão realizadas no dia posterior. Além desta ocupação, foram citadas as ocupações Lazer e Participação Social. Conclusão: O ambiente acadêmico apresenta fatores estressores, os quais o indivíduo não tinha contato intenso. E que, quando adoecidos os estudantes têm alterações do seu desempenho ocupacional, principalmente Descanso e Sono, ademais, manutenção de atenção, concentração e assiduidade e que a dificuldade em se adaptar a nova rotina pode gerar processo de adoecimento. Neste sentido é importante criar espaços para promoção da saúde mental do estudante universitário.

Biografia do Autor

Jéssica Tainara de Macedo Maia, Discente de Terapia Ocupacional na Universidade da Amazônia- UNAMA

Terapeuta Ocupacional formada pela Universidade da Amazônia da turma de 2015 à 2018. Residente no Hospital de Clinicas Gaspar Viana no programa de Atenção à Saúde Cardiovascular- UEPA.

Odair José Mendes Souza Júnior, Discente de Terapia Ocupacional na Universidade da Amazônia- UNAMA

Terapeuta Ocupacional graduado pela Universidade da Amazônia (2018). Residente em Oncologia- Cuidados Paliativos no Hospital Ophir Loyola, pelo Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Universidade do Estado do Pará (HOL/ UEPA). Componente da Liga Acadêmica de Cuidado Integral à Diversidade Sexual e de Gênero (LACIGS+/UEPA) como Co-orientador. Foi monitor bolsista de Anatomia Humana, durante o ano de 2016 pela Universidade da Amazônia. Atuou durante a graduação nos estágios extracurriculares: - Espaço Terapêutico Arima Figueiras- 2017 -Nucleo de Desenvolvimento em Tecnologia Assistiva e Acessibilidade- NEDETA/UEPA. 2017 -Casa de Pais e Amigos da Criança Autista do Estado do Pará. 2016 Participou do Projeto de Extensão Vivências pela universidade da Amazônia entre os anos de 2017-2018: -Clínica Escola de Terapia Ocupacional da Universidade da Amazônia 2017.1 -Instituto Nacional do Seguro Social. 2017.2 -Clínica Escola de Terapia Ocupacional da Universidade da Amazônia. 2018.1 Participou como membro do Centro Acadêmico de Terapia Ocupacional da Universidade da Amazônia na gestão de 2017. Esteve como membro da comissão executiva Nacional dos Estudantes de Terapia Ocupacional EXNETO em 2017.

Edilson Coelho Sampaio, Docente do curso de graduação Terapia Ocupacional-UNAMA

Graduado em Terapia Ocupacional pela Universidade do Estado do Pará (2010). Possui especialização em Saúde do Idoso pelo Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do Hospital Universitário João de Barros Barreto - HUJBB/ Universidade Federal do Pará - UFPA (2013). Mestre e Doutor em Biologia e Epidemiologia de Agentes Infecciosos e Parasitários pela UFPA em 2015 e em 2020, respectivamente. Docente na Faculdade Ideal Wyden e na Universidade da Amazônia. Possui experiência no campo da docência, na pesquisa e na área de Terapia Ocupacional, com ênfase no Desenvolvimento Infantil e Saúde do Idoso.

Publicado
2020-12-23
Como Citar
MaiaJ., Souza JúniorO., & SampaioE. (2020). SAÚDE MENTAL DE ESTUDANTES DE TERAPIA OCUPACIONAL E O AMBIENTE ACADÊMICO. Revista Contexto & Saúde, 20(41), 121-133. https://doi.org/10.21527/2176-7114.2020.41.121-133
Seção
Educação & Saúde