O Meio Ambiente como Matriz do Pensamento: A Geografia em Face da Educação Ambiental

Autores

  • Luiz Henrique de Oliveira Santos UFJF
  • Vicente Paulo dos Santos Pinto

DOI:

https://doi.org/10.21527/2179-1309.2022.118.11607

Palavras-chave:

Meio Ambiente; Educação; Geografia, Complexidade.

Resumo

O artigo apresenta uma análise de estudos teóricos apontando para a importância de uma educação voltada à percepção do ser humano na natureza e na produção do seu meio, podendo utilizar recursos da Geografia e da Educação Ambiental (EA). Para alcançar o proposto, foi realizada uma revisão bibliográfica sobre: o conceito de meio ambiente, os movimentos ambientalistas e a Educação Ambiental, o pensamento dos geógrafos anarquistas do século 19 e a complexidade na educação. O resultado foi a proposta de uma abordagem que englobe práticas para uma educação que não esteja separada ou fragmentada do meio, mas busque a sua compreensão de forma complexa, por meio da reflexão sobre: o eu e o lugar, o eu e a sociedade e o lugar e a sociedade no contexto global.

Downloads

Publicado

2022-07-18

Como Citar

Santos, L. H. de O., & Pinto, V. P. dos S. (2022). O Meio Ambiente como Matriz do Pensamento: A Geografia em Face da Educação Ambiental. Revista Contexto & Educação, 37(118), e11607. https://doi.org/10.21527/2179-1309.2022.118.11607

Edição

Seção

Educação, ambiente e saúde