FEIRA DE CIÊNCIAS: ABORDANDO RELAÇÕES ENTRE TERMODINÂMICA E CORPO HUMANO

  • Neiva Mara Puhl Univates
  • Miriam Ines Marchi Univates
Palavras-chave: Pesquisa e ensino; metodologias ativas; autonomia na busca de conhecimento; interdisciplinaridade.

Resumo

As feiras de ciências, bastante populares no Brasil, são vistas como uma oportunidade para que estudantes tanto do Ensino Fundamental como do Ensino Médio, possam apresentar suas produções científicas. O trabalho tem como objetivo averiguar as contribuições da feira de ciências na construção e reconstrução de conhecimento bem como avaliar indícios de autonomia dos estudantes mediante os trabalhos apresentados. Neste sentido, o estudo é um recorte de uma das atividades, desenvolvida com alunos do 2º ano do Ensino Médio de uma escola pública, localizada no município de Sinop/MT, durante a intervenção pedagógica de uma mestranda de um Mestrado Profissional em Ensino de Ciências Exatas. Os estudantes foram avaliados pela pesquisadora levando em consideração, além dos itens exigidos no roteiro, a qualidade do trabalho exposto, a relevância das informações apresentadas sobre o tema, a criatividade, o planejamento e a apresentação de material extra. Além dessa avaliação, também ocorreu avaliação por um grupo de professores convidados pela comissão organizadora do evento. A feira de ciências possibilitou uma melhor compreensão dos conteúdos abordados durante a intervenção. Além disso, contribui para  autonomia dos estudantes na busca de novos conhecimentos, serviu também,  como um indicativo de que o conhecimento nunca está pronto e acabado.

Publicado
2020-08-13
Como Citar
PuhlN., & MarchiM. (2020). FEIRA DE CIÊNCIAS: ABORDANDO RELAÇÕES ENTRE TERMODINÂMICA E CORPO HUMANO. Revista Contexto & Educação, 36(113). Recuperado de https://revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/9361